Cardiologia




Cardiologia Veterinária

Assim como os humanos, os cães e gatos também são predispostos à cardiopatias, embora sejam doenças com características distintas.

Dentre as principais cardiopatias dos cães de pequeno porte está a doença valvar crônica de mitral, que se caracteriza pela degeneração crônica dos folhetos valvares e consequente insuficiência mitral. Estudos epidemiológicos apontam que até 70% dos cães de raças pequenas desenvolvem esta doença, geralmente após os 8 anos de idade.

Nos cães de grande porte, as doenças que afetam o miocárdio, chamadas de cardiomiopatias, são as mais frequentes e se manifestam mais precocemente, em torno dos 4 ou 5 anos de idade. Os gatos também podem desenvolver doença miocárdica, principalmente a cardiomiopatia hipertrófica.

Alguns dos sintomas iniciais mais frequentes, secundários à cardiopatia, são tosse, cansaço e dificuldade respiratória. Desmaios ou convulsões também podem estar associados.

O avanço do conhecimento científico sobre as cardiopatias, a maior disponibilidade de exames complementares e o desenvolvimento de novos medicamentos, resultaram em uma enorme evolução da Cardiologia Veterinária nos últimos anos, possibilitando diagnósticos mais precisos e terapias cada vez mais eficientes.

Currículo

Dr. André Gimenes

Vet Therapy Especialidades Veterinárias : Cardiologia Veterinária

Dr. André Gimenes

  • Graduação em Medicina Veterinária pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho – Unesp, Campus de Araçatuba em 1997;
  • Especialização em Cirurgia e Anestesiologia pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho – Unesp, Campus de Botucatu em 2002;
  • Mestrado em Medicina Veterinária, área de concentração Anestesiologia pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho – Unesp, Campus de Botucatu em 2005;
  • Doutorado em Ciências, área de concentração Cardiologia, na Universidade de São Paulo – USP em 2016;
  • Associado à SBCV – Sociedade Brasileira de Cardiologia Veterinária desde 2010;
  • Diretor de Regionais da SBCV – Sociedade Brasileira de Cardiologia Veterinária desde 2013.